O Biólogo

DiaNacional do Biólogo : 3 de Setembro

Corda Profissão : Azul

Pedra da Profissão : Safira 

Símbolos da Profissão: Coruja e Microscópio

JuramentoOficial do Biólogo :

Juro pela minha fé e pela minha honra e de acordo com os princípios éticos do Biólogo, exercer as minhas atividades profissionais com honestidade, em defesa da vida estimulando o desenvolvimento Científico, Tecnológico e Humanístico com justiça e paz

Código de Ètica 

O PROFISSIONAL 

O alunoque cursar a Licenciatura poderá atuar no ensino de 1o e 2o Graus,dar continuidade aos estudos em programas de pós-graduaçãoe atuar no ensino superior. Poderá desenvolver pesquisas e 1o e2o graus e de ensino superior.
Oaluno que cursar Bacharelado poderá atuar em atividades de pesquisa,ingressar em programas de pós-graduação, atuar nomagistério superior e exercer cargos técnicos compatíveiscom o seu currículo.
Asatividades do biólogo, definidas pelo Decreto Federal no 85.005,de 06/08/80, são: "Formular e elaborar estudo, projeto ou pesquisacientífica básica e aplicada, nos vários setores daBiologia ou a ela ligados, bem como os que se relacionem à preservação,saneamento e melhoramento do meio ambiente, executando direta ou indiretamenteas atividades resultantes desses trabalhos. Orientar, dirigir, assessorare prestar consultoria a empresas, fundações, sociedades eassociações de classe, entidades autárquicas, privadasou do poder público, no âmbito de sua especialidade. Realizarperícias, emitir e assinar laudos técnicos".
Seucampo de atuação abrange: 

institutosde pesquisa; 
órgãosgovernamentais; 
empresaspúblicas e privadas; 
instituiçõespúblicas e privadas; 
instituiçõesde ensino. 

1-Perspectiva do Biólogo

O maisimportante papel do Biólogo é a sua contribuiçãopara formulação e a implantação de um modelode desenvolvimento do país que possa conciliar a prosperidade materialcom a melhoria da qualidade de vida. O aumento da produtividade agropastoril,o manejo dos recursos naturais renováveis, o controle e a extinçãodas doenças epidêmicas, a melhoria da qualidade ambientale o controle da poluição estão entre os muitos problemascujas soluções devem ser encontradas com a participaçãocriativa do Biólogo.
 


2-Legislação que Regulamenta a Profissão

A profissãodo Biólogo foi criado no dia 03/09/1979, quando foi sancionada alei nº 6.684 do Conselho Federal de Biologia, data em que se passoua comemorar o Dia Nacional do Biólogo. Foi alterada pela Lei 7.017de 30/agosto/1982, regulamentada pelo Decreto 99.438 de 28/06/98 e a Lei9.649 de 27/maio/1998.
 

a.Bacharelado em Biologia

Duraçãode quatro anos, tendo no último período a apresentaçãoindividual de Monografia para a Conclusão do Curso.

b-Opção em Licenciatura

DisciplinasDidáticas e Disciplinas afins do Bacharelado
 


4-Mercado de trabalho:

4.1Curso de Biologia (Habilitação em Licenciatura de Ciênciase Biologia, ou Bacharel com Curso de Pós-Graduaçãopor exemplo Especialização em Ensino)= Magistériode 1º e 2º graus - ensino de Ciências e Biologia, nas escolaspúblicas e particulares, e no ensino de 3º grau com Pós-Graduação.

4.2Curso de Biologia (Bacharelado ou Licenciado em Ciências e Biologiacom Pós-Graduação a nível de Mestrado)= ProfissionalBiólogo, que poderá exercer as seguintes atividades, semprejuízo do exercício das mesmas, desenvolvidas por outrosprofissionais igualmente habilitados na forma da legislaçãoespecífica:

a-Formular e elaborar estudos, projetos ou pesquisas científicas,básicas ou aplicadas, nos vários setores da Biologia ou emsetores relacionados (como a preservação, saneamento e melhoramentodo meio ambiente), executando direta ou indiretamente as atividades resultantesdesses trabalhos;

b-Orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas, fundações,sociedades e associações de classe, entidades autárquicas,privadas ou de poder público, no âmbito de sua especialidade; 

c-Realizar perícias, emitir e assinar laudos técnicos e pareceresde acordo com o currículo efetivamente realizado;

d-Atuar em estações experimentais, estações detratamento de água, lixo e esgotos, em laboratórios de análisesclínicas, empresas e indústrias alimentícias, farmacêuticas,têxteis e de cosméticos, em institutos biológicos,zoológicos, botânicos, agronômicos, biotecnológicos,oceanográficos, bioquímicos e de educação ambiental.
 
 

5-Campos de atuação referendados pelo Conselho Federal de Biologia(CFB)

O Biólogotem competência legal para atuar em:

·Assistência, assessoria, consultoria, orientação, aconselhamento,recomendação e prescrição;

·Especificação, orçamento, levantamentos, inventáriose quantificação;

·Supervisão, organização e coordenação;

·Exames, vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos,laudos e pareceres;

·Direção, gerenciamento, fiscalização;

·Ensino, extensão, divulgação, demonstração,treinamento e condução;

·Produção especializada, multiplicação, padronização,mensuração, controle qualitativo e quantitativo;

·Manejo, conservação, erradicação, guarda ecatalogação;

·Provimento de cargos e funções técnicas;

·Pesquisa básica e aplicada;

·Estudos, inclusive de viabilidade, planejamento, projetos, análises,experimentações, ensaios e formulações;

·Outras atividades inerentes ao exercício profissional.

6-Concessão de Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) e Anotaçãode Responsabilidade Técnica (ART):

O CFBconcede Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) em Biologia Marinha(Res. CFB no 04/A/89); Controle de Vetores (Res. CFB no 01/90); Teste dePaternidade por Análise de ADN e outros Marcadores GenéticosMoleculares (Res. CFB no 01 -11/01/93); Análises Clínicase dá outras Providências (Res. CFB no 12 - 19/07/93); Análisee Controle de Qualidade Físico-química e Microbiológicade Águas, inclusive as de Abastecimento Público.

O CFBconcede ainda Anotação de Responsabilidade Técnica(ART) no âmbito de serviços inerentes à Profissãode Biólogo (Res. CFB no 045 - 02/09/96).

7-Conselho Regional de Biologia

Paraque o Conselho Federal de Biologia referende os itens acima, o Biólogoapós formado, deverá estar inscrito em um dos cinco ConselhosRegionais existentes no Brasil. A sede do Conselho Regional de Biologia3a Região, o qual os Estados do Paraná e Santa Catarina pertencem,com sede e foro na cidade de Porto Alegre (RS), à Av. Taquara, 596,sala 502, telefax (051) 332-3021, e-mail: crb3@cpovo.net, e a sede extensãodo CRB3, a Delegacia Estadual do Paraná em Curitiba, à RuaLuiz Xavier, 68, 9o andar, cj. 911, telefone (041) 224-1829, e-mail: crb3-pr@fast.com.br,com atendimento ao público, no período da tarde, entre 14:00às 18:00 h.

1-GENÉTICA

1.1- Genética Geral e Aplicada
1.2- Aconselhamento Genético
1.3- Genética Humana
1.4- Melhoramento Genético
1.5- Genética Molecular
1.6- Genética de Microorganismos
1.7- Genética do Desenvolvimento
1.8- Radiogenética
1.9- Citogenética
1.10-Engenharia Genética
1.11-Evolução
1.12-Genética de Populações
1.13-Conservação em Laboratórios de Recursos Genéticos

2-CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS

2.1- Citologia
2.2- Citopatologia
2.3- Embriologia Molecular
2.4- Embriologia Experimental
2.5- Embriologia Vegetal e Animal
2.6- Anatomia Animal
2.7- Anatomia Humana
2.8- Histologia
2.9- Histopatologia
2.10-Histofisiologia
2.11-Histoquímica

3-BOTÂNICA

3.1- Sistemática e Taxonomia de Vegetais
3.2- Anatomia Vegetal
3.3- Fisiologia Vegetal
3.4- Bioquímica dos Vegetais
3.5- Fitogeografia
3.6- Botânica Ornamental
3.7- Jardinagem
3.8- Botânica Aplicada à Farmacologia
3.9- Palinologia
3.10-Fitopatologia
3.11-Estudo e Análise de Sementes
3.12-Dinâmica de Populações Vegetais
3.13-Manejo de Populações Vegetais
3.14-Reflorestamento
3.15-Levantamento e Prospecção de Recursos Vegetais
3.16-Farmacognosia
3.17-Fitoquímica
3.18-Fitossanidade
3.19-Dendrologia

4-ZOOLOGIA

4.1- Zoologia de Invertebrados
4.2- Zoologia de Vertebrados
4.3- Fisiologia Animal
4.4- Zoogeografia
4.5- Zoologia Econômica
4.6- Dinâmica de Populações Animais
4.7- Manejo de Populações Animais Silvestres
4.8- Anatomia Animal
4.9- Fisiologia Animal
4.10-Protozoologia
4.11-Malacologia
4.12-Carcinologia
4.13-Entomologia
4.14-Parasitologia Animal
4.15-Taxidermia
4.16-Ictiologia
4.17-Ornitologia
4.18-Mastozoologia
4.19-Herpetologia

5-ECOLOGIA

5.1- Ecologia Vegetal
5.2- Ecologia Animal
5.3- Ecologia de Solos
5.4- Ecologia Marinha
5.5- Ecologia de Microorganismos
5.6- Ecologia Aplicada
5.7- Ecologia de Populações
5.8- Ecologia de Comunidades
5.9- Ecologia Energética
5.10-Ecologia de Ecossistemas
5.11-Ecologia Costeira
5.12-Tecnologia Ambiental
5.13-Recuperação de Ecossistemas
5.14-Análises de Ecossistemas
5.15-Manejo de Ecossistemas Naturais e Artificias
5.16-Paleoecologia
5.17-Preservação e Conservação de Recursos Naturais
5.18-Limnologia
5.19-Ecologia de Estuários
5.20-Ecologia Humana
5.21-Planejamento Ambiental
5.22-Controle de Poluição
5.23-Reciclagem dos Resíduos Orgânicos
5.24-Manejo de Recursos Naturais Renováveis
5.25-Controle de Pragas em Cultivos Vegetais
5.26-Toxicologia dos Pesticidas
5.27-Controle Químico, Biológico e Integrado de Pragas
5.28-Biologia Sanitária e Ambiental
5.29-Banco de Amostras Ambientais
5.30-Monitoramento de Recursos Bióticos
5.31-Dinâmica de Populações
5.32-Monitoramento de Recursos Hídricos
5.33-Monitoramento Biológico
5.34-Controle e Monitoramento Ambiental
5.35-Biolixiviação
5.36-Vermicompostagem
5.37-Compostagem

6-MICROBIOLOGIA

6.1- Micologia
6.2- Micologia Aplicada
6.3- Biologia de Fermentação
6.4- Imunologia
6.5- Bacteriologia
6.6- Microbiologia de Alimentos
6.7- Preservação dos Alimentos
6.8- Bioquímica de Microorganismos
6.9- Gestão Aeróbica e Anaeróbica
6.10-Virologia
6.11-Enzimologia
6.12-Microbiologia Ambiental

7-BIOLOGIA ECONÔMICA

7.1- Paisagismo
7.2- Aqüicultura
7.3- Sericicultura
7.4- Biologia da Pesca
7.5- Zoologia Econômica
7.6- Botânica Econômica
7.7- Apicultura
7.8- Levantamento e Prospecção de Recursos Biológicos
7.9- Carcinocultura
7.10-Manejo de Animais Silvestres
7.11-Helicicultura
7.12-Mitilicultura
7.13-Osteocultura
7.14-Piscicultura
7.15-Ranicultura
7.16-Vermicultura
7.17-Manejo de Espécies Vegetais Silvestres

8-ADMINISTRAÇÃO

8.1- Administração DE Jardins Botânicos
8.2- Administração de Herbários
8.3- Administração de Museus de História Natural
8.4- Administração de Jardins Zoológicos
8.5- Administração de Exposições Biológicas
8.6- Administração de Recursos Aquáticos
8.7- Administração de Unidades de Conservação
8.8- Administração de Biotérios
8.9- Administração de Órgãos Públicos ePrivados em Áreas Afins

9-PALEONTOLOGIA

10-PALEOBIOGEOGRAFIA

11-BIOGEOGRAFIA

12-OCEANOGRAFIA BIOLÓGICA

13-OCEANOLOGIAA BIOLÓGICA

14-BIOLOGIA MARINHA

15-FISIOLOGIA GERAL

16-FISIOLOGIA HUMANA

17-FISIOPATOLOGIA ANIMAL E VEGETAL

18-PARASITOLOGIA HUMANA

19-BIOQUÍMICA

20-BIOFÍSICA

21-MATEMÁTICA APLICADA À BIOLOGIA

22-BIOESTATÍSTICA

23-BIOLOGIA QUANTITIATIVA

24-ANÁLISES CLÍNICAS

25-EDUCAÇÃO AMBIENTAL

26-ECOTURISMO

27-AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL

28-ECOTECNOLOGIA

29-SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO

30-BIOTECNOLOGIA

31-SOCIOBIOLOGIA

32-AEROFOTOGRAMETRIA

33-BIOLOGIA DOS SOLOS

34-BIOCLIMATOLOGIA

35-FOTOINTERPRETAÇÃO

36-INFORMÁTICA APLICADA À BIOLOGIA

37-INVENTÁRIO E AVALIAÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL

38-BIOESPELEOLOGIA

39-CRIOBIOLOGIA

40-BIOLOGIA AEROESPACIAL

41-RADIOBIOLOGIA

42-ENSAIOS RADIONIZANTES

43-RADIOIMUNOENSAIOS

44-TECNOLOGIA BIONUCLEAR

45-ECOTOXICOLOGIA

46-HIDROPONIA

47-AUDITORIA (AUDITAGEM) AMBIENTAL

48-BIOTÉRIO

49-CULTURA DE TECIDOS

50-CONTROLE DE VETORES

51-CULTURA DE MACROALGAS

52-CULTURA DE MICROALGAS
 
 

AtribuiçõesProfissionais do Biólogo

HabilitaçãoProfissional

O exercíciode uma profissão exige dupla habilitação: a Técnico-científicae a Legal. A Habilitação Técnico-científicaé expressa através da comprovação da capacidadeintelectual do indivíduo, pela posse do diploma fornecido pela AutoridadeEducacional e pelo currículo efetivamente realizado. A HabilitaçãoLegal cumpre-se com o registro profissional no Órgão competentepara a fiscalização de seu exercício; no caso dosBiólogos, o Conselho Regional de Biologia de sua jurisdição.

Aoprofissional devidamente habilitado, cabe-lhe perante as Leis do País,três níveis de responsabilidade: Civil, Trabalhista e Ético-Profissional.A Responsabilidade Civil, cabem as diversas instâncias da Justiçacomum; à Responsabilidade Trabalhista, os Sindicatos e àResponsabilidade Técnica, os Conselhos Regional e Federal de Biologia,para os profissionais regularmente registrados.

Noserviço público de algumas Unidades Federativas, o Biólogoestá enquadrado funcionalmente na categoria/cargo de Biólogo;em outras, ele recebe outras denominações: Biologista, Professor,Docente, Agente de Saúde, Sanitarista, Técnico, Laboratorista,Pesquisador, Analista e outros. Todas estas categorias têm como condiçõesessenciais para o exercício profissional: ser portador de DiplomaSuperior na Área das Ciências Biológicas e estar devidamenteinscrito no Conselho Regional de Biologia e em dia com suas obrigaçõesperante o mesmo.
 

Locaisde Atuação Profissional do Biólogo
 

Institutosde Pesquisa;
 

Órgãosgovernamentais (Secretarias Estaduais e Municipais de Educação,de Saúde, de Agricultura, de Ciência e Tecnologia, de MeioAmbiente e de Turismo ou similares);
 

EmpresasPúblicas e Privadas;
 

Indústrias(de Alimentos, de Bebidas, de Fertilizantes, de Biocidas, de Laticínios,de Produtos Farmacêuticos, etc);
 

Hospitais;
 

Laboratórios(Clínicos, Anátomo-Patológicos, Biotecnológicos,de Fertilização Humana, etc);
 

Museuse Similares;
 

JardinsZoológicos e Botânicos;
 

Parquese Reservas Naturais;
 

EstaçõesBio-Ecológicas e Áreas de Proteção Ambiental;
 

Instituiçõesde Ensino Médio e Superior;
 

Empresasde Turismo Ecológico
 

Imprensa(Assessoria Técnica para matérias científicas e deambiente);
 

Herbários;
 

Biotérios;
 

Criadouros(Minhocário, Sericicultura, de animais silvestres, etc);
 

Estaçõesde cultivo (Piscicultura, Carcinocultura, Mitilicultura, Ostreicultura,etc);
 

Autônomos(Consultorias, Perícias, Assessorias, etc).
 

Descriçãosintética das atribuições profissionais/funçõesdos biólogos

OsBiólogos executam atividades Técnico-científicos degrau superior, de grande complexidade, que envolvem: Ensino, Planejamento,Supervisão, Coordenação e Execução detrabalhos relacionados com Estudos, Pesquisas, Projetos, Consultorias,Emissão de laudos e pareceres técnicos e Assessoramento técnico-científiconas Áreas das Ciências Biológicas, com vistas ao aprimoramentode:
 

a)Estudos e Pesquisas de Origem, Evolução, Estrutura morfo-anatômica,Fisiologia, Distribuição, Ecologia, Classificação,Filogenia e outros aspectos das diferentes formas de vida, para conhecersuas características, comportamento e outros dados relevantes sobreos seres vivos e o meio ambiente;
 

b)Estudos, Pesquisas e Análises Laboratoriais nas áreas deParasitologia, Microbiologia e Imunologia, Hematologia, Histologia, Citologia,Patologia, Anatomia, Genética, Bioquímica, Biofísica,Embriologia e Fisiologia Humana e Produção de Fitoterápicos;
 

c)Estudos e Pesquisas relacionadas com a investigação científicaligada à Biologia Sanitária, Saúda Pública,Epidemiologia de doenças transmissíveis, Controle de vetorese Técnicas de saneamento básico;
 

d)Atividades complementares relacionadas à conservação,preservação, erradicação, manejo e melhoramentode organismos e do meio ambiente e à Educação Ambiental.