Introdução a Botânica

Apenas poucos tipos de organismos - plantas, algas e algumas bactérias - têm a capacidade de capturar energia do sol e fixá - la em moléculas orgânicas pelo processo de fotossíntese. Praticamente toda vida na Terra depende, direta ou indiretamente, dos produtos deste processo.
O planeta Terra tem aproximadamente 4,5 bilhões de anos. Acredita - se qie a atmosfera primitiva era constituída basicamente de gás nitrogênio, com relativamente grandes quantidades de vapor de água e dióxido de carbono. Os quatro elementos presentes nesses gases - carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio - perfazem 98% da matéria encontrada em todos os organismos vivos. Na turbulenta atmosfera primitiva, os gases eram espontaneamente associados para formar novas moléculas maiores. O oxigênio( que atualmente constitui aproximadamente 21% da atmosfera terrestre) era praticamente inexistente até que o aparecimento dos organismos fotossintetizantes o produzisse em quantidade. Como conseqüência, os raios ultravioleta( agora bloqueados em grande parte pela camada de ozônio) bombardeavam a superfície terrestre e auxiliaram na síntese das moléculas.
Os primeiros organismos a aparecer foram os organismos heterotróficos, que são aqueles que se alimentam de moléculas orgânicas ou outros organismos. O fóssil mais antigo conhecido data de 3,5 bilhões de anos. Os organismos autotróficos, aqueles que podem produzir seu próprio alimento através da fotossíntese, não aparecem antes de 3,4 bilhões de anos atrás. Até aproximadamente 1,5 bilhões de anos, as bactérias - os procariontes - eram os únicos organismos que existiam. Os eucariontes, com células maiores e mais complexas, apareceram neste período. Os eucarintes multicelulares começaram a aparecer há pelo menos 650 milhões de anos, e eles começaram a invadir a terra a há mais ou menos 450 milhões de anos.
As plantas são basicamente um grupo terrestre, um de diversas linhagens evolutivas constituído basicamente de organismos multicelulares, Os outros grandes grupos são os fungos, que absorvem seu alimento, e animais, que ingerem seu alimento. Os organismos unicelulares eucariontes são colocados no reino Protista, juntamente com três grupos menores de eucariontes multicelulares - as algas vermelhas, marrons e verdes. Todas as seis linhas multicelulares evoluíram de modo independente a apartir dos protistas unicelulares.
As plantas, que evoluíram das algas verdes, adquiriram uma série de características especializadas que as favorecem na vida na terra. Estas características são bem mais desenvolvidas no grupo dominante conhecido como plantas vasculares. Entre estas estão a cutícula cerosa, onde podemos encontrar aberturas especializadas, os estômatos, através dos quais as trocas gasosas são feitas, e um eficiente sistema de condução. Este sistema consiste no xilema, no qual a água e minerais absorvidas passam das raízes para os caules e folhas, e o floema, que transporta os produtos da fotossíntese para todas as parte da planta. As plantas aumentam de tamanho por crescimento primário e em largura por crescimento secundário, ambos ocorrendo em zonas de rápida divisão celular conhecidas como meristemas.
Ao longo do aparecimento das plantas, elas começaram a constituir biomas, grandes associações Terrestres de plantas e animais. Os sistemas interativos entre biomas e os ambientes circundantes não - vivos são chamados de ecossistemas. Os seres humanos, que apareceram há aproximadamente 2 milhões de anos, desenvolveram a agricultura há pelo menos 11.000 anos e se tornaram por conseqüência, a força ecológica dominante na Terra. Os homens usaram seu próprio conhecimento das plantas para promover seu próprio desenvolvimento e continuarão a fazê - lo cada vez mais no futuro.

FONTE: BIOLOGIA VEGETAL - PETER H. RAVEN, RAY F. EVERT & SUSAN E. EICHHORN EDITORA GUANABARA KOOGAM, 1996 - 5ª ED.

| voltar |