Mamíferos Placentários

Nome Científico: Eutheria Monodelphia (uma única vagina).
Os mamíferos placentários referem-se a ordem de mamíferos cujo desenvolvimento embrionário se coleta no interior do organismo materno. O embrião desenvolve-se ligado a uma anexo embrionário exclusivo dos mamíferos, a placenta. Essa anexo embrionário esta profundamente ligado ao útero materno, permitindo troca de alimentos, gases e substâncias de excreção.

Principais ordens da infraclasse placentária:

- Artiodactyla (artiodátilos): Possuem dedos em número par (dois e quatro) protegidos por um casco. Exemplos: Bois, porcos camelos, girafas, etc.

- Carnivora (carnívoros): Apresentam dois grande caninos por maxilar. Dentes carniceiros, com arestas cortantes e tem garras. Exemplos: Cães, gatos ursos, focas, etc.

- Cetácea (cetáceos): Marinhos ,de grande porte que possuem nadadeira caudal transversal com barbatanas ou dentes, dotados de grande inteligência. Exemplos: Baleias, botos e golfinhos.

- Chiroptera (quirópteros): Únicos mamíferos voadores. As falanges de quatro dedos são alongadas e unidas por uma membrana. Exemplo: Morcegos e vampiros

- Edentatas (desdentados): Os dedos, quando existem, são iguais e sem esmalte. Apresentam dedos com garras fortes. Exemplos: Tamanduás , tatus e preguiças.

- Insetivora (insetívoras): São bastantes primitivas. Exemplos: Toupeiras e musaranhos.

- Logomarpha (logomorofos):São classificados dentro da classe dos roedores que é a maior infraclasse de mamíferos placentários. Exemplos: Coelhos e lebre.

- Perissodactyla (perissodátilos): Têm dedos em número ímpar e o terceiro é o mais desenvolvido. Exemplos: Cavalos, zebras, asnos.

- Primates (primatas): São os mamíferos superiores, com maior desenvolvimento cerebral. Exemplos: Homem, macacos e lêmures.

- Proboscidea (proboscídeos): Têm a pele expessa, pêlos raros e dispersos. A tromba é o báleio superior fundido às narinas. Possuem 2 grandes incisivos (presas). Exemplos: Elefantes.

- Rodentia (roedores): A maior infraclase dos mamíferos placentários. Exemplos: Esquilos e castores.

Entre os diferentes animais vamos falar sobre a Baleia(Cetáceos) e o Guepardo(carnívoros).

Baleias

- Classificação Científica: Cetáceos

- Grupos: Misticetáceos (as que têm barbatanas)

Odontocetáceos (as que têm dentes)

- Tipo de alimentação :

· Misticetáceos : Se alimentam de minúsculos seres que constituem o plâncton. As baleias sugam a água e o plâncton e ,depois contraem a garganta, empurrando e forçando a saída da água: as barbatanas retêm o plâncton.

· Odontocetáceos: Possuem dentes que possibilitam a ela que ingira alimentos maiores. Seus alimentos são os peixes. Dependendo do tamanho e dos dentes da baleia, os peixes que tem condição de ingerir podem ser maiores ou menores. São exímio caçadores e agem em conjunto para encurralar a presa.

- Espécies: Existem 76 espécies de baleias. Dez provindas de misticetáceos e 66 de odontocetáceos Abaixo relação de 10 espécies de baleias misticetáceos e 10 de odontocetáceos.


MISTICETÁCEOS  Tamanho(metros) NOME CIENTÍFICO
Baleia-azul 31 Balaenoptera musculus

Baleia-fin  25 Balaenoptera physalus

Baleia-boreal  20 Balaena mysticetus

Baleia-corcunda 19 Megaptera novaeanglinea

Baleia-da-biscaia  18 Eubaleana glaciais

Baleia-azul-boreal 17 Balaenoptera borealis

Baleia-cinzenta 15 Eschrichtius robustus

Baleia-minke 10 Balaenoptera acutorostrata

Narval ou unicórnio-do-mar  6 Monodon monoceros

Baleia-pigmeu verdadeira  6 Coperea marginata

ODONTOCETÁCEA  Tamanho(metros) NOME CIENTÍFICO
Cachalote  21 Physeter macrocephalus

Baleia-azul-bryde  15 Balaenoptera edeni

Baleia-de-bico-de baird  12 Berardius bairdii

Baleia-bico-de-garrafa 10 Hiperoodon sp.

Orca  10 Orcinus orca

Baleia-piloto 8,5 Globicephala melaena

Baleia-de-bico-de-pato 7 Ziphius cavirostris

Baleia-branca 6 Delphinapterus leucas

Golfinho  2,1 Stenella longirostris

Toninha-de-dall 2 Phocoenoides dalli

As Baleias podem "ver" com o ouvido. Mesmo nas águas mais claras não consegue se distinguir um objeto a mais de 60 metros, e quanto maior a profundidade, menor a difusão da luz e menos se vê. Para compensar essa absorção da luminosidade, a água transmite melhor o som, propagando a uma velocidade quatro vezes maior do que no ar. Esse fenômeno ajuda algumas baleias a perceber ou localizar objetos no mar a longa distância, tal processo chamado ecolocação.

Para "ver" os objetos que estão a sua frente, nas águas escuras, a baleia emite um som agudo, que ao chocar num cardume, as ondas sonoras voltam na direção da baleia, tal como acontece com uma bola que bate numa parede, percebendo se o objeto está longe ou perto, conforme o eco demora ou não para voltar ao seu ouvido.

Nesse processo estão envolvidos:

- a fonte sonora, chamados de sacos de ar

- ouvido interno

- melon, onde o som é projetado. Alguns cientistas acreditam que o óleo contido no melon concentra e amplia o som.

- Maxilar, o ouvido externo não se apresenta uma posição adequada para receber os sons que vêm da frente, assim o eco chega-lhe ao ouvido interno através do maxilar.

Os sons nos propagam-se a 1500metros por segundo, uma baleia pode "ver" uma cardume a essa distância em apenas dois segundos: um para que o som emitido por ela chegue até os peixes, outro para que volte.

O sistema de ecolocação é utilizado também para desviar de rochas e outro tipos de barreiras.

Ao contrário dos demais mamíferos, filhotes de baleias e outros cetáceos nascem dentro d'água. Mas na hora do nascimento eles não respiram impedindo que a água entre nos pulmões e morram afogados, por isso sobem a superfície da água para respirar.

Uma baleia azul chega ao mundo com quase 7metros de comprimento pesando cerca de 4toneladas.

Muita gente imagina a baleia como imagem de ferocidade mas no fundo é um animal pacato com um grande coração (430kilos ).


Guepardo

- Classe: Mamíferos

- Ordem: Carnívoros

- Família: Felídeos

- Gênero e Espécie : acinoyx jubatus

O Guepardo vive na savana africana que em meses de chuva é mais verde e úmida e em meses de seca pe mais amarelada e empoeirada.

Graças a variedade e abundância de vegetais bandos de animais herbívoros são atraídos à esse paraíso, porém a maioria desses herbívoros não são capazes de enfrentar seus caçadores (leões e guepardos) pois são preparados para correr.

Mas se o assunto for corrida o campeão é o guepardo que em apenas 3 segundos alcança a velocidade de 70km/h e pode alcançar 115km/h como velocidade máxima.

Apesar das pernas, longas como as de um cão, o guepardo quase rasteja quando se aproxima do rebanho de gazelas. È difícil enxerga-lo porque as pintas pretas e irregulares do pêlo são quase invisível com a vegetação de fundo.

Como outros felinos, os guepardos são animais gregários: vivem em bandos, caçam juntos e repartem a presa entre si. Porém alguns machos que são mais forte e rápidos fazem enormes territórios, onde grandes rebanhos vão se alimentar e descansar, então ele terá sempre comida.

As fêmeas têm de 2 a 3 filhotes que são alimentados e protegido e ensinados a caçar até os dois anos quando já estão aptos a andar sozinhos e formar alianças.

Seus alimentos principais são aves e antílopes que o temem mais do que o leão, pois após escolher a presa não se distrai como os leões e em alguns segundos a caçada acaba a sua incrível velocidade.

Na África onde só se salva o mais forte e nessa condições, correr é ser forte será que o leão ainda é o rei absoluto?

No quadro abaixo são apresentados os principais características dos mamíferos, tomando-se como referência o felino:

Corpo e tegumento Corpo recoberto de pêlos. O representantes, de diversos tamanhos, quase sempre têm cauda. O tegumento é fino, salvo algumas exceções.

Esqueletos e

Músculos Esqueleto ósseo, com crânio, costelas e vértebras. O sistema muscular é bem desenvolvido, com músculos lisos, estriados e cardíacos. Alguns felinos alcançam

grandes velocidades graças a presença de um sistema muscular desenvolvido e adaptado ao movimento.

Sistema digestivo Completo. Aboca tem dentes especializados em número definido(dentições). O aparelho digestivo possui glândulas anexadas, como o fígado e pâncreas. A digestão é química e mecânica.

Sistema circulatório Circulação fechada, dupla e completa. O coração tem quatro cavidades. Hemácias do sangue anucleados. Pigmento respiratório, a hemoglobina. Temperatura corpórea constante.

Sistema excretor Formado por dois rins, ureteres, bexiga e uretra

Sistema respiratório Respiração por pulmões. Laringe com cordas vocais, que possibilitam a emissão de sons.

Sistema nervoso Bastante desenvolvido, com encéfalo, medula e nervos, contendo 12 pares de nervos cranianos

Sistema reprodutor Sexos separados. Gomadas pares e fecundação interna. Os filhotes desenvolvem-se dentro do organismo da mãe.

| voltar |