Doenças Venéreas

Conjunto de cinco doenças, transmitidas através do contato sexual: cancro mole, gonorréia, granuloma inguinal, linfogranuloma venéreo e sífilis. A síndrome da deficiência imunológica adquirida, ou AIDS, ou SIDA, vem sendo, recentemente, incluída nesta categoria.
AIDS: doença transmitida por vírus que ataca o sistema imunológico, provocando diversas doenças secundárias que podem causar a morte. Ver verbete próprio.
Cancro mole: doença causada pelo estreptobacilo de Ducrey e é comum de ambientes onde há falta de higiene. O período de incubação da doença varia entre dois e quatorze dias depois do contágio. Os sintomas partem de uma dor na virilha e inflamação nos gânglios linfáticos que se enchem de pus, formando uma massa sensível, conhecida como bulbão, que podem romper-se. A dor leva este nome para diferenciar-se da ferida produzida na sífilis. É tratada com sulfonamidas e tetracidinas.
Gonorréia: doença causada pelo gonococo, ou Neisseria gonorrheae, caracterizada pela inflamação das mucosas genitais. Pode ser transmitida pela roupa, nas mulheres. Os sintomas aparecem três dias após a infecção com irritação da uretra masculina. Se a doença não for tratada, ocorre grande produção de pus no local, podendo afetar as glândulas sexuais e até mesmo os ossos, rins e coração. Na mulher, a doença pode atingir os rins e a bexiga. A doença é combatida com penicilina que a cura rapidamente; entretanto, o tratamento a base de penicilina pode dissimular uma sífilis e o paciente, mesmo parecendo curado, ainda pode transmitir a doença. A gonorréia é a doença venérea mais comum em todo o mundo e é também denominada blenorragia.
Granuloma inguinal: doença provocada pelo Calymmatobacterium granulomatis, também denominado Corpúsculos de Donovan. É característica em ambientes com falta de higiene. Após o contágio, os sintomas surgem entre uma semana e um mês. Começa com uma inflamação na virilha que evolui para rachaduras até provocar profundas ulcerações nos órgãos genitais, podendo atingir o aparelho reprodutor. O doente exala um odor bastante desagradável devido às lesões. Embora a doença seja também conhecida por Granuloma venéreo tropical, não está provado que ela seja transmitida pelo contato sexual.
Linfogranuloma venéreo ou Moléstia de Nicolas-Favre: doença causada por vírus, caracterizada pelo enfartamento dos gânglios linfáticos da virilha. A doença começa com uma pequena ferida nos órgãos sexuais, acompanhada de inflamação nas articulações, coceira e febre. Há surgimento de bulbões que podem arrebentar produzindo fístulas. Na mulher, pode causar estromène, ou inchaço da vulva. Após a cura, as mulheres continuam como portadoras do vírus ainda por alguns anos. A doença não se transmite apenas por contato sexual e é combatida com medicamentos a base de sulfas e antibióticos de largo espectro.
Sífilis: doença causada pelo Treponema pallidum que afeta qualquer tecido do corpo e é caracterizada por algumas lesões como o cancro. Ver verbete próprio.

| voltar |